Todos estão a meu redor e eu vejo-os...mas não os sinto.

Terça-feira, 20 de Novembro de 2012

 

 

E de repente tenho o armário vazio

Cheio de coisas e um coração cheio de Amor.

 

Amor este que me rói

E se enrosca na água dos meus olhos

Poque o coração dói

E a cabeça não.

 

As cores tornam-se vivas

E com elas as emoções.

Todo o meu corpo lateja

De dores e contrações.

 

Não me fazes falta.

De repente.

E de repente não me fazes falta.

 

Arrancaste-me tudo

Fizeste-me dor.

 

Arrancaste-me tudo.

As coisas, as músicas, as vontades

Tudo.

Menos as verdades.

publicado por marisa.moreno às 19:32
link do post | comentar | | | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
22
23
24

25
26
27
28
29
30


arquivos
2014

2013

2012

2011

2010

blogs SAPO


Universidade de Aveiro