Todos estão a meu redor e eu vejo-os...mas não os sinto.

Terça-feira, 10 de Abril de 2012

  

 

 

A depressão deve ser a doença de mais dificil diagnóstico e menos compreendida socialmente. Como posso eu ajudar alguém que não fala, não age nem reage? Depois tento perceber entrando na sua cabeça, mesmo assim é dificil entender, esta pessoa está consciente da sua condição, da sua solidão, compreendo isso enquanto leio um pequeno papel amarrotado que diz, " Há dias e dias a passar e eu sem ver ninguém. Ás vezes parece que ouço passos perto da porta do quarto ou alguém a falar perto da minha orelha. Não passa de imaginação. É o que acontece a quem está muito tempo sozinho. A etapa a seguir é odiar todo o ser humano que nos tenta alcançar. Odiarmo-nos a nós próprios. A mim. É impossivel conseguir parar este processo sozinha. Preciso de ajuda.". Fico muda.

publicado por marisa.moreno às 04:16
link do post | comentar | | | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


arquivos
2014

2013

2012

2011

2010

blogs SAPO


Universidade de Aveiro